building SEDICI
institution SEDICI (UNLP)
id SEDICI--oai:sedici.unlp.edu.ar:10915_70863
author Pirola, Kelli
Dotto, Marcelo
Cassol, Darcieli Aparecida
Wagner Junior, Américo
Possenti, Carlo
Citadin, Idemir
spellingShingle Pirola, Kelli
Dotto, Marcelo
Cassol, Darcieli Aparecida
Wagner Junior, Américo
Possenti, Carlo
Citadin, Idemir
CIENCIAS AGRARIAS
Sensibilidade à dessecação em sementes de seis fruteiras nativas
O objetivo do trabalho foi investigar o nível de sensibilidade quanto á dessecação em sementes de seis fruteiras nativas. O trabalho foi conduzido no Laboratório de Fisiologia Vegetal da UTFPR – Câmpus Dois Vizinhos – Paraná, Brasil. Foram utilizadas sementes de cerejeira-da-mata (Eugenia involucrata DC), guabijuzeiro (Myrcianthes pungens (Berg) Legrand), sete capoteiro (Campomanesia guazumifolia (Cambess.) O.Berg), pitangueira (Eugenia uniflora L.), jabuticabeira híbrida (Plinia cauliflora Mart.) e jabuticabeira de cabinho (Plinia trunciflora O.Berg). Os frutos foram coletados, retirando-se e secando-se as sementes á sombra por 24 horas. As sementes foram embebidas em água destilada, permanecendo nestas condições até peso constante. Em seguida, as sementes foram colocadas em Placas de Petri® e submetidas á desidratação lenta em câmara B.O.D. á 25°C por períodos de 0 (T1), 6 (T2), 24 (T3), 48 (T4), 72 (T5), 96 (T6), 120 (T7), 144 (T8), 168 (T9), 192 (T10), 216 (T11) e 240 (T12) horas. Após cada período, as sementes foram semeadas em bandejas de plástico, contendo como substrato areia. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente ao acaso, com 12 tratamentos e quatro repetições de 100 sementes. Após 60 dias da primeira semente germinada, avaliou-se a germinação (%), o índice de velocidade de emergência (IVE), tempo médio de germinação (TMG) e germinação acumulada (%). A maior e mais rápida redução do teor de umidade diminuiu a capacidade germinativa das sementes de guabijuzeiro, jabuticabeiras híbrida e de cabinho. Novos estudos são necessários para avaliar a viabilidade destas sementes em condição de menor teor de água.
The aim of this work was to study the sensitivity desiccation level for six native fruit seeds. The work was carried out at Plant Physiology Laboratory, UTFPR - Câmpus Dois Vizinhos, Paraná State, Brazil. It was used seeds physiologically mature of fruits Brazilian native cerejeira-da-mata (Eugenia involucrata DC), guabijuzeiro (Myrcianthes pungens (Berg) Legrand), sete capoteiro (Campomanesia guazumifolia (Cambess.) O.Berg), pitangueira (Eugenia uniflora L.), jabuticabeira híbrida (Plinia cauliflora Mart.) e jabuticabeira de cabinho (Plinia trunciflora O.Berg). The fruits were collected and the seeds were removed and dried in shade by 24 hours. After the seeds were imbibed in distilled water, it remaining in this condition until constant weight. Then the seeds were placed in Petri dishes and it put for dehydration slow in B.O.D chamber at 25 °C during 0 (T1), 6 (T2), 24 (T3), 48 (T4), 72 (T5) 96 (T6), 120 (T7), 144 (T8), 168 (T9 ), 192 (T10) 216 (T11) and 240 (T12) hours. Posterior each time, the seeds were sown in plastic trays, with sand as substrate. The experimental design was completely randomized, with 12 treatments and 4 replications of one hundred seeds by plot. After 60 days of first germinated seed, the germination (%), index speed emergence, germination time and cumulative germination were evaluated. The greater and more rapid moisture content reduction decreased the viability of guabijuzeiro jabuticaba híbrida and cabinho seed. However, new studies will be necessary to assess the seed viability on condition of lower moisture content.
Facultad de Ciencias Agrarias y Forestales
Revista de la Facultad de Agronomía
vol. 117, no. 1
topic CIENCIAS AGRARIAS
topic_facet CIENCIAS AGRARIAS
title Sensibilidade à dessecação em sementes de seis fruteiras nativas
title_full Sensibilidade à dessecação em sementes de seis fruteiras nativas
title_fullStr Sensibilidade à dessecação em sementes de seis fruteiras nativas
title_full_unstemmed Sensibilidade à dessecação em sementes de seis fruteiras nativas
title_short Sensibilidade à dessecação em sementes de seis fruteiras nativas
contents O objetivo do trabalho foi investigar o nível de sensibilidade quanto á dessecação em sementes de seis fruteiras nativas. O trabalho foi conduzido no Laboratório de Fisiologia Vegetal da UTFPR – Câmpus Dois Vizinhos – Paraná, Brasil. Foram utilizadas sementes de cerejeira-da-mata (Eugenia involucrata DC), guabijuzeiro (Myrcianthes pungens (Berg) Legrand), sete capoteiro (Campomanesia guazumifolia (Cambess.) O.Berg), pitangueira (Eugenia uniflora L.), jabuticabeira híbrida (Plinia cauliflora Mart.) e jabuticabeira de cabinho (Plinia trunciflora O.Berg). Os frutos foram coletados, retirando-se e secando-se as sementes á sombra por 24 horas. As sementes foram embebidas em água destilada, permanecendo nestas condições até peso constante. Em seguida, as sementes foram colocadas em Placas de Petri® e submetidas á desidratação lenta em câmara B.O.D. á 25°C por períodos de 0 (T1), 6 (T2), 24 (T3), 48 (T4), 72 (T5), 96 (T6), 120 (T7), 144 (T8), 168 (T9), 192 (T10), 216 (T11) e 240 (T12) horas. Após cada período, as sementes foram semeadas em bandejas de plástico, contendo como substrato areia. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente ao acaso, com 12 tratamentos e quatro repetições de 100 sementes. Após 60 dias da primeira semente germinada, avaliou-se a germinação (%), o índice de velocidade de emergência (IVE), tempo médio de germinação (TMG) e germinação acumulada (%). A maior e mais rápida redução do teor de umidade diminuiu a capacidade germinativa das sementes de guabijuzeiro, jabuticabeiras híbrida e de cabinho. Novos estudos são necessários para avaliar a viabilidade destas sementes em condição de menor teor de água.
The aim of this work was to study the sensitivity desiccation level for six native fruit seeds. The work was carried out at Plant Physiology Laboratory, UTFPR - Câmpus Dois Vizinhos, Paraná State, Brazil. It was used seeds physiologically mature of fruits Brazilian native cerejeira-da-mata (Eugenia involucrata DC), guabijuzeiro (Myrcianthes pungens (Berg) Legrand), sete capoteiro (Campomanesia guazumifolia (Cambess.) O.Berg), pitangueira (Eugenia uniflora L.), jabuticabeira híbrida (Plinia cauliflora Mart.) e jabuticabeira de cabinho (Plinia trunciflora O.Berg). The fruits were collected and the seeds were removed and dried in shade by 24 hours. After the seeds were imbibed in distilled water, it remaining in this condition until constant weight. Then the seeds were placed in Petri dishes and it put for dehydration slow in B.O.D chamber at 25 °C during 0 (T1), 6 (T2), 24 (T3), 48 (T4), 72 (T5) 96 (T6), 120 (T7), 144 (T8), 168 (T9 ), 192 (T10) 216 (T11) and 240 (T12) hours. Posterior each time, the seeds were sown in plastic trays, with sand as substrate. The experimental design was completely randomized, with 12 treatments and 4 replications of one hundred seeds by plot. After 60 days of first germinated seed, the germination (%), index speed emergence, germination time and cumulative germination were evaluated. The greater and more rapid moisture content reduction decreased the viability of guabijuzeiro jabuticaba híbrida and cabinho seed. However, new studies will be necessary to assess the seed viability on condition of lower moisture content.
Facultad de Ciencias Agrarias y Forestales
series Revista de la Facultad de Agronomía
vol. 117, no. 1
url http://sedici.unlp.edu.ar/handle/10915/70863
http://revista.agro.unlp.edu.ar/index.php/revagro/article/view/464
format Artículo
genre Artículo
genre_facet Artículo
era 2018
era_facet 2018
publishDate 2018
language Portugues
_version_ 1670347696557260800
score 13,179736