Uso de arena residual de construcción y demolición con adición de bentonita sodio para uso en capas de relleno sanitario

Main Authors: Caldas, Renan C. S., Correia, Natália S.
Format: Documento de conferencia
Language: Portugues
Published: 2018-10-18
Subjects:
Online Access: http://bdigital.uncu.edu.ar/12709
building BD-UNCU
institution Biblioteca Digital - SID - Universidad Nacional de Cuyo (UNCuyo)
id BD-UNCU--oai:bdigital.uncu.edu.ar:12709
author Caldas, Renan C. S.
Correia, Natália S.
spellingShingle Caldas, Renan C. S.
Correia, Natália S.
INGENIERÍA DE LA CONSTRUCCIÓN
TRATAMIENTO DE RESIDUOS
INGENIERÍA AMBIENTAL
INDUSTRIA DE LA CONSTRUCCIÓN
CONTAMINACIÓN AMBIENTAL
Uso de arena residual de construcción y demolición con adición de bentonita sodio para uso en capas de relleno sanitario
A utilização de resíduos tem ganhado cada vez mais visibilidade em obras da engenharia civil devido a necessidade ambiental de dar um destino útil aos resíduos, assim como pelas vantagens econômicas ao substituir o uso de materiais mais nobres. Em aterros sanitários, os resíduos de construção civil e demolição (RCD) podem ser triturados e utilizados em camada de cobertura, desde que apresentem determinadas características. Segundo a Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (CETESB), os solos ou materiais alternativos devem apresentar mais de 30% de finos, limite de liquidez ≥ 30%, índice de plasticidade ≥ 15%, pH ≥ 7 e permeabilidade ≤ 10-7 cm/s para utilização em barreiras impermeabilizantes de aterros sanitários, o que nem sempre é possível em materiais granulares, como o RCD. Dessa forma, pode-se adequar as características geotécnicas e viabilizar o uso da areia RCD como camada de cobertura com a adição de bentonita sódica, uma argila de baixa condutividade hidráulica e alta plasticidade, amplamente empregada na construção civil, principalmente para minimizar fluxo de líquidos. Nessa pesquisa, uma areia RCD de uma usina local teve a adição de uma bentonita sódica argentina em diferentes teores para verificar o teor mínimo que adeque essa mistura como camadas de aterros sanitários. Foram realizados os ensaios de laboratório geotécnicos de Análise Granulométrica, Limites de Atterberg, pH, Compactação e Condutividade Hidráulica. Os resultados mostraram que 20% de bentonita poderia adequar essa mistura para utilização como camada impermeabilizante e que com poucos teores a mistura teve acréscimos significativos e suficientes na plasticidade e liquidez para o uso como camadas diárias ou intermediárias em aterros sanitários.
Fil: Caldas, Renan C. S.. Universidade Federal de Sao Carlos (Brasil)
Fil: Correia, Natália S.. Universidade Federal de Sao Carlos (Brasil)
topic INGENIERÍA DE LA CONSTRUCCIÓN
TRATAMIENTO DE RESIDUOS
INGENIERÍA AMBIENTAL
INDUSTRIA DE LA CONSTRUCCIÓN
CONTAMINACIÓN AMBIENTAL
topic_facet INGENIERÍA DE LA CONSTRUCCIÓN
TRATAMIENTO DE RESIDUOS
INGENIERÍA AMBIENTAL
INDUSTRIA DE LA CONSTRUCCIÓN
CONTAMINACIÓN AMBIENTAL
title Uso de arena residual de construcción y demolición con adición de bentonita sodio para uso en capas de relleno sanitario
title_full Uso de arena residual de construcción y demolición con adición de bentonita sodio para uso en capas de relleno sanitario
title_fullStr Uso de arena residual de construcción y demolición con adición de bentonita sodio para uso en capas de relleno sanitario
title_full_unstemmed Uso de arena residual de construcción y demolición con adición de bentonita sodio para uso en capas de relleno sanitario
title_short Uso de arena residual de construcción y demolición con adición de bentonita sodio para uso en capas de relleno sanitario
contents A utilização de resíduos tem ganhado cada vez mais visibilidade em obras da engenharia civil devido a necessidade ambiental de dar um destino útil aos resíduos, assim como pelas vantagens econômicas ao substituir o uso de materiais mais nobres. Em aterros sanitários, os resíduos de construção civil e demolição (RCD) podem ser triturados e utilizados em camada de cobertura, desde que apresentem determinadas características. Segundo a Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (CETESB), os solos ou materiais alternativos devem apresentar mais de 30% de finos, limite de liquidez ≥ 30%, índice de plasticidade ≥ 15%, pH ≥ 7 e permeabilidade ≤ 10-7 cm/s para utilização em barreiras impermeabilizantes de aterros sanitários, o que nem sempre é possível em materiais granulares, como o RCD. Dessa forma, pode-se adequar as características geotécnicas e viabilizar o uso da areia RCD como camada de cobertura com a adição de bentonita sódica, uma argila de baixa condutividade hidráulica e alta plasticidade, amplamente empregada na construção civil, principalmente para minimizar fluxo de líquidos. Nessa pesquisa, uma areia RCD de uma usina local teve a adição de uma bentonita sódica argentina em diferentes teores para verificar o teor mínimo que adeque essa mistura como camadas de aterros sanitários. Foram realizados os ensaios de laboratório geotécnicos de Análise Granulométrica, Limites de Atterberg, pH, Compactação e Condutividade Hidráulica. Os resultados mostraram que 20% de bentonita poderia adequar essa mistura para utilização como camada impermeabilizante e que com poucos teores a mistura teve acréscimos significativos e suficientes na plasticidade e liquidez para o uso como camadas diárias ou intermediárias em aterros sanitários.
Fil: Caldas, Renan C. S.. Universidade Federal de Sao Carlos (Brasil)
Fil: Correia, Natália S.. Universidade Federal de Sao Carlos (Brasil)
url http://bdigital.uncu.edu.ar/12709
format Documento de conferencia
genre Documento de conferencia
genre_facet Documento de conferencia
era 2018
era_facet 2018
publishDate 2018-10-18
language Portugues
_version_ 1670349081382223872
score 13,179736